CidadesFigueirãoInterior
Tendência

Descoberta de sítios arqueológicos em Figueirão coloca município na rota rupestre de MS

Figueirão tem sua principal atividade econômica pecuária, conhecida como Terra Santa, pela qualidade de suas pastagens e criação de gado, quem batizou com esse nome foi o grande baluarte do nelore da região norte do estado, Rubens Catenacci (in memoriam), proprietário da Fazenda 3R.

Nos últimos anos o município vem se revelando no potencial da arqueologia, com descobrimento de novos sítios e grutas arqueológicas, o qual possui inscrições de arte rupestre.Com o intuito de fazer novas descobertas, iniciou uma expedição arqueológica pelo município, onde o grupo irá catalogar e registrar na CNSA (Cadastro Nacional de Sítios Arqueológicos) e no IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), os achados frutos da expedição.

A expedição tem o total apoio da UFMS “Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), MUARQ “Museu de Arqueologia da UFMS” e Trilha Rupestre”.

O que é uma arte rupestre?
Arte rupestre: características, tipos, objetivos – Mundo Educação são consideradas a primeira representação artística da História; podem ser entendidas como formas de comunicação entre os primeiros humanos; eram utilizadas nos primeiros rituais religiosos; apresentam traços, figuras geométricas e linhas, bem como as impressões dos pés e das mãos dos primeiros humanos.
Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo